Hora do Planeta: Uma hora ambiental

A Hora do Planeta é uma iniciativa global ambiental em parceria com a WWF. Todos são convidados a desligar as luzes durante uma hora no sábado, 19 de Março de 2016 entre as 20:30 e as 21:30 para mostrar o apoio a esta ação ambientalmente sustentável.

horadoplaneta.jpg

A Hora do Planeta 2016 realiza-se no dia 19 de março, entre as 20:30 e as 21:30 (hora local).

“Indivíduos, empresas, governos e comunidades são convidados a desligarem as suas luzes durante uma hora no sábado, dia 19 de Março de 2016 às 20:30 para mostrarem o seu apoio à acção ambientalmente sustentável”, explica a organização no seu site.

Aproveite esta hora para partilhar histórias com a família, para jogar jogos de tabuleiro, faça um jantar romântico à luz das velas, ou peça às crianças para fazerem um espectáculo de sombras com o apoio de uma lanterna ou de uma vela. Vá para a rua e aproveite que a menor poluição luminosa poderá permitir observar aspetos do seu bairro que nunca viu. Este ano é também dia do pai, tirem partido do momento.

Em 2015, a 172 países e territórios, e dentro destes mais de 8000 cidades e vilas celebraram a Hora do Planeta. Em Portugal, 118 municípios aderiram e centenas de monumentos emblemáticos nacionais ficaram às escuras, como a Ponte 25 de Abril, o Mosteiro dos Jerónimos, o Cristo Rei, em Lisboa e o Convento de Cristo, em Tomar. Milhares de milhões de pessoas em todo o mundo apoiaram e celebraram a Hora.

Este ano os embaixadores da Hora do Planeta em Portugal são Sara Tavares, Carminho, Nuno Markl, Ana Luísa Barbosa, Ana Galvão, Sandra Cóias, Mário Franco, Diana Bouça-Nova, Sylvie Dias, Beatriz Figueira, Margarida Pinto Correia, Joana Seixas, Nelson e Sérgio Rosado (Anjos) e Luís Represas.

Vários monumentos já prometeram desligar as luzes pela Hora do Planeta, entre eles encontram-se por exemplo a Ponte 25 de Abril, a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos, o Palácio Nacional da Pena, o Palácio Nacional de Sintra, o Palácio de Monserrate, o Castelo dos Mouros, o Castelo de S. Jorge, o Museu da Eletricidade, as Muralhas de Miranda do Douro, o Castelo de Porto de Mós, o Monumento dos ex-Combatentes do Ultramar de Santa Comba Dão, o Castelo e a Igreja dos Agostinhos em Vila Viçosa, as Muralhas de Serpa, a Ponte de São Roque e a Torre de Menagem em Chaves, a Igreja Matriz do Alvito, e o Mosteiro de S. Dinis em Odivelas, entre muitos outros.

OJE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s