Gelo da lua Enceládo de Saturno saúda cientistas

2452526

A sonda espacial Cassini transmitiu para a Terra as imagens mais nítidas do polo norte de Encélado, satélite de Saturno, que é coberto com rachaduras misteriosas no meio dos quais se encontra um “boneco de neve” que acena com a mão à sonda.

A sonda espacial Cassini obteve fotos de alta qualidade do polo norte de Encélado, satélite de Saturno, onde encontrou uma rede de rachadas misteriosas na adufa de gelo que esconde águas dum oceano quente a profundidade do qual é rica em recursos alimentícios para uma hipotética vida extraterrestre.

2452467
Superfície rachada do polo norte de Encélado, satélite de Saturno.

No início desta semana, Cassini se aproximou de Encélado à distância mais curta nos últimos anos, estando a 1,8 mil quilómetros deste satélite de Saturno.

Durante este voo a sonda tirou uma série de fotos e obteve muitos dados científicos o volume dos quais é tão grande que Cassini estará transmitindo-os para a Terra durante dois dias. Uma parte das fotos já foi publicada no site oficial da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) dos EUA.

Estas fotos mostram fendas esquisitas em crateras no polo norte de Encélado que abrangem a maior parte da superfície perto do polo e um “boneco de neve”, estrutura de três crateras os limites dos quais são praticamente contíguos, e mesmo uma “mão” do “boneco”, uma cratera pequena que fica no leste do “boneco”.

“Boneco de neve” na superfície do polo norte de Encélado, satélite de Saturno.

Segundo cientistas, o grande número de fendas e crateras no polo norte de Encélado se tornou uma grande surpresa para eles. Não esperavam ver depressões na superfície do satélite tão longe do seu hemisfério sul onde se encontram os famosos gêiseres e “listres de tigre” que lançam água e areia da profundidade do oceano sob os gelos.

Em duas semanas, Cassini se aproximará de Encélado uma vez mais e realizará uma viagem à sua superfície ainda mais corajosa porque descerá até altitude de 49 km sobre a superfície do polo sul do satélite. Durante esta viagem a sonda voará por dentro de emissões de gêiseres e “listres de tigre” e fará uma tentativa de estudar a sua composição química e avaliar o que está por dentro do oceano de Encélado. De acordo com cientistas, estes dados são necessários para avaliar se Encélado está habitado ou não.

Fonte: Sputnik

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s